sábado, 26 de março de 2011

SIMBOLOS DE XANGO/HEVIOSO/NZAZI - PARTE II

OSHE






OSHE - machado - é um dos principais símbolos, havendo numerosas referências a seu uso durante a existência humana de sango. É representado por um machado de dois gumes sobre a cabeça de uma mulher ajoelhada ou um homem em pé, sendo colocado acima do igba de sango ou numa gamela. O mesmo símbolo é ostentado pelos cultuadores de Sango em suas propriedades, visando a obter proteção contra roubos e azares. Se algum feiticeiro ou bruxa tentar atacar uma casa protegida pelo oshe de sango, não terá sucesso e se algum ladrão tentar furtar algo, sentira medo e provocará a fúria do orixá.




Machadinha dupla ou de duas lâminas, de madeira ou metal, que representa o raio e, ainda, vida e reprodução. É o anti-símbolo da morte, pois SANGÔ só gosta de tudo que é quente, vivo. 0 Oshe lembra o símbolo de Zeus, em Creta




Os oshe-Sòngó, inspirados nesses machados de pedra, são machados característicos que simbolizam esse poder de desprender um corpo resultante de uma interação e são os mais poderosos transmissores de àse vermelho, aquele que assegura vida e reprodução.




Machado de Heviosso, deus do trovão e do relâmpago, é uma escultura que simboliza um carneiro.




Na dança de Shango este tipo de oshe que é o machado de Dada são decorados freqüentemente com o pigmento azul escuro (índigo). O pigmento azul é usado para duas finalidades -- embelezar e acredita-se para fornecer a proteção.

Nenhum comentário: